Páginas

Pesquisar neste Blog

18 de jan de 2014

PBS - The Human Spark - 2010


A Centelha Humana

Qual a natureza da singularidade humana? Onde “A Centelha Humana” surgiu, e quando? E talvez o mais interessante, por quê? Nesta série em três partes, Alan Alda aborda essas questões de forma pessoal, visitando dezenas de cientistas em três continentes e participando diretamente de várias experiências, incluindo o exame detalhado do seu próprio cérebro. Levando seu bom humor e curiosidade a conversas com pesquisadores, ele busca “A Centelha Humana”, com arqueólogos descobrindo pistas em ossos fossilizados e ferramentas dos nossos ancestrais, primatólogos estudando os nossos parentes vivos mais próximos para descobrir o que temos em comum e o que nos diferencia e com neurocientistas analisando sua mente com as últimas tecnologias de mapeamento cerebral.

Dados do Arquivo:

Quantidade de Mídias: 1
Tamanho: 745 MB
Idioma do Audio:  Inglês
Legendas:  Português
Vídeo Codec: XviD ISO MPEG-4
Audio Codec: MPEG-1 Layer 3
Resolução: 704 x 400
Formato: AVI
Servidor: MEGA

Episódio 01 of 03 - Becoming Us (Tornando-se Nós)

Nas cavernas da região francesa de Dordogne, Alan Alda presencia as espetaculares pinturas que remontam a 30 mil anos, arte que arqueólogos outrora pensaram ser os primeiros registros de pessoas com um cérebro igual ao nosso. Quando essa arte foi criada, a Europa já era habitada por pessoas há centenas de milhares de anos, e milhares de gerações, pelos chamados neandertais. Alan descobre, a partir de visitas a lugares onde os neandertais viveram, que eles eram tenazes e engenhosos. Não produziram arte, e empregavam uma tecnologia que mudou muito pouco ao longo do tempo. As pessoas que pintaram as cavernas, nossos ancestrais, eram diferentes, possuíam o que chamamos "A Centelha Humana", capazes não apenas de produzir arte, mas tecnologia inovadora e comunicação simbólica. 

Episódio 02 of 03 - So Human, so Chimp (Tão Humano, Tão chimpamzé)

Nós nos distinguimos dos nossos parentes mais próximos, os chimpanzés, por cerca de 1 a 2 por cento dos nossos genes - mas também por cerca de 6 milhões de anos de caminhos evolutivos distintos. Por isso, quando vemos um chimpanzé, lembramos estranhamente - e talvez com alguma inquietude - de nós mesmos. Mas sabemos que por trás dos olhos dele há um cérebro bem diferente do nosso. Alan Alda parte para explorar essa diferença, e rapidamente descobre que os cientistas que estudam os chimpanzés e outros primatas estão eles mesmos separados em duas correntes opostas. Uma delas enfatiza a continuidade entre nós - vendo tudo que acreditamos ser exclusivamente humano presente, ao menos em forma rudimentar, em nosso parente mais próximo e até nos primos dele. A outra vê uma nítida descontinuidade em nossas habilidades, admirando os chimpanzés por sua soberba adaptação ao seu ambiente florestal, mas também confere ao cérebro humano um status especial que nos permitiu conquistar o planeta (e acabar com as florestas).

https://mega.co.nz/#!h891GZCA!SZlO8m_ZRatt7mB7MpM-mVJbWWQmGAVXYIVeW3ym_yw

Episódio 03 of 03 - Brain Matters (A Impotância do Cérebro)

No ambiente futurístico do Laboratório de Neuro-imagem da Universidade da Califórnia, Los Angeles, Alan tem o seu cérebro examinado em detalhes. A imagem, projetada em uma imensa tela curva atrá dele, é o ponto de partida por uma busca dentro do seu cérebro, pelos componentes essenciais à centelha humana; uma busca pautada pelo que os dois episódios anteriores revelaram sobre as características que tornam o homem singular.


Há links quebrados, danificados ou fora do ar?? Ajudeeee, nos informe, que corrigiremos o problema o mais rápido possível, clique AQUI e me mande um recado no orkut ou deixe um comentário falando de quais links estão indisponíveis!!!


PIRATARIA É CRIME!!! NÃO COMERCIALIZE DE NENHUMA MANEIRA(COMPRA, VENDA OU TROCA) OS ARQUIVOS BAIXADOS AKI. ELES SÃO APENAS PARA DEGUSTAÇÃO PESSOAL CASO O USUÁRIO QUEIRA TESTÁ-LOS ANTES DE COMPRAR A OBRA COMPLETA/ORIGINAL !!
Aclerton Pinheiro. Tema Janela de imagem. Tecnologia do Blogger.

Colaboradores